AINDA MENSALÃO

Marcos Valério e o Mensalão: O Caixa (1)

“O PT me fez de escudo, me usou como um boy de luxo. Mas agora vai todo mundo para o ralo”
Marcos Valério, um dos cérebros do mensalão, condenado pelo Supremo Tribunal Federal a pena pesada, falou a Rodrigo Rangel, da VEJA.
CAIXA DO MENSALÃO – As arcas do esquema passaram de pelo menos R$ 350 milhões de reais. “Da SMP&B [agência de publicidade dele] vão achar só os R$ 55 milhões, mas o caixa era muito maior. O caixa do PT foi de R$ 350 milhões com dinheiro de outras empresas que nada tinham a ver [com as duas agências de publicidade dele. A outra agência: a DNA.] O caixa paralelo era abastecido com dinheiro oriundo de operações tão heterodoxas quanto os empréstimos fictícios tomados por suas empresas [deles, Valério] para pagar políticos aliados do PT. “Muitas empresas davam via empréstimos, outras não”. O fiador dessas operações, garante Valério, era o próprio presidente da República.

Tudo corria por fora, sem registros formais, sem deixar rastros. Muitos empresários, segundo Valério, se reuniam com o presidente, combinavam contribuições e em seguida despejavam dinheiro no cofre secreto petista. O controle dessa contabilidade cabia então ao tesoureiro do partido, Delúbio Soares. Além de ajudar na administração da captação de recursos, cabia a Delúbio definir o nome dos políticos que deveriam receber os pagamentos determinados pela cúpula do PT, com o aval do ex-ministro Chefe da Casa Civil, José Dirceu. “Dirceu era o braço direito de Lula, um braço que comandava”. (…) Os valores calculados por Valério delineiam um caixa clandestino sem paralelo na política. Ele fala em valores 10 vezes maiores que a arrecadação declarada da campanha de Lula nas eleições presidenciais de 2002
Compartilhar . Gostei . Comentário . 8 hours ago
otacilio bidu Feliz Marco Itoi Marcos [+89]
chandrkant thakkar >>>>
8 hours ago
Ver todos os comentários (58)
Dario R ibeiro ESTA REVISTA VEJA PODIA TOMAR VERGONHA NA CARA , E DEIXAR DE SER POLÍTICA, PARAR DE DESINFORMAR AO INVÉS DE INFORMAR, SÓ VIM A DESCOBRIR QUE ELA ERA UMA FARSA DEPOIS QUE A ASSINEI POR UM TEMPO, ENQUANTO OS OUTROS FALAVAM EU NÃO ACREDITAVA, O SEU NOME DEVERIA SER VEJAPSDB OU PSDBVEJA. Presidentes de partidos da base aliada (PT, PMDB, PSB, PCdoB, PDT e PRB) divulgaram hoje (20) nota de repúdio contra manifestação da oposição que pede que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja investigado em função de denúncias publicadas pela revista Veja no último fim de semana. Tentaram comprometer a honra e a dignidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Valendo-se de fantasiosa matéria veiculada pela revista Veja, pretendem transformar em verdade o amontoado de invencionices colecionado a partir de fontes sem identificação, diz o documento referindo-se à nota assinada pelos presidentes do PSDB, DEM e PPS. Os aliados do governo acusam a oposição de golpismo e de conservadorismo. As forças conservadoras revelam-se dispostas a qualquer aventura. Não hesitam em recorrer a práticas golpistas, à calúnia e à difamação, à denúncia sem prova. Na nota, os presidentes dos partidos da base alegam que a oposição usa argumentos falsos para atacar Lula e desmoralizá-lo. O que querem agora é barrar e reverter o processo de mudanças iniciado por Lula, que colocou o Brasil na rota do desenvolvimento com distribuição de renda, incorporando à cidadania milhões de brasileiros marginalizados, e buscou inserção soberana na cena global, após anos de submissão a interesses externos. Os aliados acusam os partidos de oposição de tentar politizar o julgamento da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão, em fase de decisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e de tentar envolver o ex-presidente no processo. Quando [os partidos de oposição] pressionam a mais alta Corte do país, o STF, estão preocupados em fazer da Ação Penal 470 um julgamento político, para golpear a democracia e reverter as conquistas que marcaram a gestão do presidente Lula . Assinam a nota os presidentes do PT, Rui Falcão, do PMDB, Valdir Raupp, do PSB, Eduardo Campos, do PCdoB, Renato Rabelo, do PDT, Carlos Lupi e do PRB, Marcos Pereira.
2 hours ago
Dario R ibeiro ESTA REVISTA VEJA PODIA TOMAR VERGONHA NA CARA , E DEIXAR DE SER POLÍTICA, PARAR DE DESINFORMAR AO INVÉS DE INFORMAR, SÓ VIM A DESCOBRIR QUE ELA ERA UMA FARSA DEPOIS QUE A ASSINEI POR UM TEMPO, ENQUANTO OS OUTROS FALAVAM EU NÃO ACREDITAVA, O SEU NOME DEVERIA SER VEJAPSDB OU PSDBVEJA. Presidentes de partidos da base aliada (PT, PMDB, PSB, PCdoB, PDT e PRB) divulgaram hoje (20) nota de repúdio contra manifestação da oposição que pede que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja investigado em função de denúncias publicadas pela revista Veja no último fim de semana. Tentaram comprometer a honra e a dignidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Valendo-se de fantasiosa matéria veiculada pela revista Veja, pretendem transformar em verdade o amontoado de invencionices colecionado a partir de fontes sem identificação, diz o documento referindo-se à nota assinada pelos presidentes do PSDB, DEM e PPS. Os aliados do governo acusam a oposição de golpismo e de conservadorismo. As forças conservadoras revelam-se dispostas a qualquer aventura. Não hesitam em recorrer a práticas golpistas, à calúnia e à difamação, à denúncia sem prova. Na nota, os presidentes dos partidos da base alegam que a oposição usa argumentos falsos para atacar Lula e desmoralizá-lo. O que querem agora é barrar e reverter o processo de mudanças iniciado por Lula, que colocou o Brasil na rota do desenvolvimento com distribuição de renda, incorporando à cidadania milhões de brasileiros marginalizados, e buscou inserção soberana na cena global, após anos de submissão a interesses externos. Os aliados acusam os partidos de oposição de tentar politizar o julgamento da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão, em fase de decisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e de tentar envolver o ex-presidente no processo. Quando [os partidos de oposição] pressionam a mais alta Corte do país, o STF, estão preocupados em fazer da Ação Penal 470 um julgamento político, para golpear a democracia e reverter as conquistas que marcaram a gestão do presidente Lula . Assinam a nota os presidentes do PT, Rui Falcão, do PMDB, Valdir Raupp, do PSB, Eduardo Campos, do PCdoB, Renato Rabelo, do PDT, Carlos Lupi e do PRB, Marcos Pereira.
2 hours ago
Dario R ibeiro O próprio advogado do Marcos Valério disse que é tudo montagem da VEJA.
2 hours ago
ismael figueiredo Tenha dó, Ô Dario R ibeiro. Agora vc vai querer tapar o sol com a peneira? Que a VEJA não é nenhum santo, todos nós sabemos, mas querer dizer que o LULA é santo, aí já é muita idiotice, não? O mensalão existiu, sim, e teve participação de Lula (infelizmente).
1 hour ago

(esta postagem foi copiada de um site de relacionamentos hoje, 24Set2012)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s